Ordem Terceira do Carmo

0

Tipo de instituição
Fundações e Museus

Ano abertura: 1939

País: Brasil

Estado Bahia

Cidade: Cachoeira

Endereço: Praça da aclamação - Conjunto do Carmo - Centro

CEP: 44300-000

Telefone: (75) 98105-983

Horário de funcionamento:
- FUNCIONAMENTO: Segunda a sexta - 8h às 12h e das 14h às 17h ; Sábado ? 8h às 12h ; Sexta-feira ? Missa ? Às 19h ; Domingo - fechado. A visitação funciona até 30 minutos antes do fechamento do Museu.

A cidade de Cachoeira converteu-se em Monumento Nacional pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico e Nacional (IPHAN), conforme o Decreto n.° 68.045, de janeiro de 1971. O povoamento da região remonta aos primórdios da colonização portuguesa, tendo sito protagonizado por Gaspar Rodrigues Adorno e seu filho, João Rodrigues Adorno, que receberam terras na região e, por meio de doações, foram dinamizando as construções religiosas. Em 1688, João Rodrigues Adorno doou terras para a edificação de um primitivo hospício dos Carmelitas que missionavam nessas paragens. Em 1691, devotos de Nossa Senhora do Carmo fundaram a agremiação leiga dos carmelitas, cujo estatuto remonta a 1696. Surgia, assim, a Venerável Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo. A doação do terreno para a construção da capela própria da Ordem Terceira foi realizada em 1700, por João Rodrigues Adorno. Estima-se que a edificação e a decoração da capela dos terceiros carmelitas tenham se estendido por todo o século XVIII. A conclusão da construção deve ter sido realizada em 1724 ou 1742, controvérsia alimentada pela disposição dos números evidentes no frontispício do templo. A capela exibe rico acervo artístico que testemunha etapas importantes da história da arte colonial. A talha do altar-mor e arco-cruzeiro é considerada, pelos especialistas, a mais antiga, apresentando estilo barroco, sendo datada das décadas de 1730-1740. A capela-mor contaria com talha realizada posteriormente a 1745-1750. O rococó marcaria a sacristia, e os altares da nave destacar-se-iam por estilo já de tendência neoclássica, tendo sido realizados após 1795.1 A nave e a capela-mor são revestidas de exuberante conjunto azulejar, confeccionado em meados do século XVIII em Portugal. A capela ainda conta com importante acervo pictórico formado por medalhões sob o coro, no nártex, pintura em caixotões no forro da nave, quadros colocados entre as tribunas da nave e da capela-mor, pintura do forro da sacristia e pinturas das lápides do cemitério anexo. A Ordem Terceira do Carmo possui significativas imagens religiosas, algumas ainda saem nas procissões do sodalício, além de mobiliário e alfaias. 1 CALDERÓN, Valentin. O Convento e a Ordem Terceira do Carmo de Cachoeira. Salvador: UFBa, 1976. p.49. FLEXOR, Maria Helena O. (org.). O Conjunto do Carmo de Cachoeira. Brasília: IPHAN\Monumenta, 2007. p. 68. OTT, Carlos. Atividade Artística da Ordem Terceira do Carmo da Cidade do Salvador e de Cachoeira. (1640-1900). Salvador: Secretaria da Cultura e Turismo, Fundação Cultural EGBA, 1998. p 169.

Tipo de Ingresso

  • Cobrado

Visita guiada

  • Sim, apenas com agendamento

Localização